Roadies no Brasil

Se você tem uma banda, por certo já ouviu falar em Roadie.

O termo “roadie” no Brasil é usado na maioria das vezes, de forma equivocada, para designar o responsável apenas por carregar ou afinar o instrumento do músico.

Porém, a essência da palavra é muito mais ampla.

Do inglês, road = estrada + a terminação diminutiva “ie”, seria na tradução livre, o “estradeiro”. A expressão surgiu para denominar os profissionais que, por conta da sua função principal sempre estão na estrada viajando, (ou seja, “on the road”). Você sabia dessa ?

No Brasil funciona um pouco diferente, já que nossa infraestrutura de rodovias e estradas, nem sempre permite que uma turnê rode todo o país, de forma rápida e segura, por via terrestre. Além disso, a forma como os shows são comercializados e outras particularidades do nosso mercado de entretenimento, também impactam na configuração e sequências que os shows são marcados.

Diferentes das profissões tradicionais, o roadie e o profissional da área de eventos, conta com uma alta carga de imprevisibilidade no seu dia a dia. Por mais bem planejado que esteja, mil e um fatores podem mudar o rumo das coisas.

Os verdadeiros roadies, são aqueles que colaboram para o sucesso de um evento do começo ao fim. Produtores, assistentes, técnicos, carregadores, seguranças e toda da equipe que põe a ‘mão na massa’ para entregar um excelente espetáculo de qualquer porte, desde uma apresentação em uma reunião social ou corporativa, até mega eventos esportivos e musicais em grandes estádios.

A forma como as equipes, empresas e profissionais se relacionam tem sido um grande problema nas produções de todo o Brasil. Por isso que os roadies são tão importantes nesse mercado.

Vai uma dica para uso em back stage e na manutenção dos seus instrumentos antes de pegar a estrada: Condicionador e Renovador de Cordas no Tubmusic.

Postura, organização, pontualidade, agilidade, discrição, pró atividade, cordialidade e ética são exemplos de características que todo profissional precisa ter para desempenhar com alta qualidade a sua atividade.

É esperado que um roadie tenha noções de áudio, elétrica, eletrônica, luthieria, música, segundo idioma (inglês/espanhol), enfim, são diversos fatores que influenciam no desenvolvimento profissional, esses são só alguns pontos chave.

Além de estudar e ter uma grande carga de teoria, o roadie iniciante precisa “por a mão na massa”, fazer shows com o máximo de artistas e bandas que conseguir. Muita coisa só se aprende na prática e estar em contato com situações adversas vai elevar o nível do profissional.

É importante ouvir o que roadie tem a dizer, dar voz, oportunidade de expressar a sua opinião e principalmente, reconhecer seu trabalho.

Mais uma dica do TUB Blog pra você, não perca as próximas!

Conheça a Loja do TUB: TUBMUSIC

Marcado com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *